terça-feira, 21 de setembro de 2010

Nova Iorque/ONU: O apelo de Ban Ki-moon

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon apelou segunda-feira aos líderes mundiais reunidos em Nova Iorque para utilizarem o seu poder para garantir a realização dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (OMD), e assim ajudar os mais pobres do mundo.

Chefes de Estado e de Governo de todo o mundo iniciaram ontem uma reunião de três dias na sede da ONU, em Nova Iorque, para renovar e acelerar a promessa que fizeram na cimeira do Milénio, onde foram estabelecidos os ODM, cujo principal componente é reduzir a pobreza extrema no mundo para metade até 2015.

Na abertura da conferência, o secretário-geral da ONU destacou que, apesar dos reveses provocados pela crise económica e financeira internacional na percussão dos OMD, estes ainda "são realizáveis".

"O relógio está a correr e ainda há muito a fazer. Temos de enviar uma poderosa mensagem de esperança" e cumprir "a nossa promessa", destacou Ki-moon.

"Temos de alcançar os Objectivos do Milénio. Queremos alcançá-los. E podemos alcançá-los", afirmou, por sua vez, o presidente da 65a Assembleia Geral das Nações Unidas, o suíço Joseph Deiss, que também discursou na abertura do encontro.

A Declaração do Milénio foi assinada no ano 2000 por chefes de Estado e de Governo de 189 países, que se comprometeram a lutar contra a pobreza e fome, a desigualdade de género, a degradação ambiental e o vírus do VIH/SIDA. Assumiram ainda o compromisso de melhorar o acesso à educação, a cuidados de saúde e a água potável.

Sem comentários:

Enviar um comentário