segunda-feira, 31 de maio de 2010

Médio Oriente: Portugal lamenta perda de vidas humanas em ataque israelita a frota humanitária

O governo português exprimiu hoje a sua “profunda preocupação” com o ataque israelita contra uma frota com ajuda humanitária para a Faixa de Gaza, lamentando “a perda de vidas humanas”.

Segundo a cadeia televisiva israelita 10, pelo menos 19 pessoas morreram e 26 ficaram feridas durante o ataque dos comandos israelitas.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros indica em comunicado que “o Governo português tomou conhecimento, com profunda preocupação, dos incidentes ocorridos esta madrugada com uma frota de navios que levavam ajuda humanitária para Gaza e que terão causado a morte de mais de dez dos seus ocupantes”.

“O Governo português lamenta profundamente a perda de vidas humanas, condena o uso excessivo de força contra alvos civis, e apela a que seja rapidamente instaurado um inquérito para apurar de forma imparcial as responsabilidades destes acontecimentos”, adianta o comunicado.

Os seis navios, numa iniciativa da organização “Gaza Livre”, transportavam cerca de 750 pessoas de 60 nacionalidades e perto de 10 000 toneladas de ajuda humanitária.

O comunicado refere ainda que “o Governo Português reitera a sua profunda preocupação com a situação humanitária em Gaza e apela à total aplicação da Resolução 1860 do Conselho de Segurança (que defende a ajuda humanitária ao território palestiniano) e ao respeito pelo Direito Humanitário internacional”.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Presidente da Alemanha demite-se após polémica com militares alemães no estrangeiro

Horst Kohler anunciou a decisão de se demitir na sequência das declarações polémicas que proferiu sobre a presença de militares alemães no estrangeiro e a economia alemã.

"Demito-me das funções de Presidente", anunciou Kohler em Berlim, explicando que esta decisão foi tomada depois de declarações suas terem sido muito criticadas.

Numa recente entrevista na rádio, o Presidente alemão associou a necessidade de a Alemanha assumir compromissos militares no estrangeiro à defesa dos interesses económicos do país.


Horst Kohler, de 67 anos, cumpria o primeiro ano do seu segundo mandato enquanto Presidente da Alemanha.

Mourinho já é treinador do Real


José Mourinho já assinou pelo Real Madrid para as próximas quatro épocas. Durante a conferência de imprensa de apresentação do novo técnico, Jorge Valdano afirmou ser "uma grande honra ter um dos melhores treinadores do mundo no Real Madrid". Mourinho afirma que, acima de tudo, não vai mudar.

José Mourinho afirmou hoje que “é uma honra” treinar o Real Madrid, que este é o momento para “fazer perguntas” e conhecer a equipa, reiterando que Cristiano Ronaldo é importante mas que o mais importante é o clube.

“Não sei se nasci para treinar o Real Madrid. Simplesmente nasci para treinar futebol. Sou treinador de futebol e gosto dos maiores desafios. A minha atração pelo Real Madrid é a atração pela sua história, pelas suas frustrações nos últimos anos e pelas suas expetativas de ganhar”, afirmou na conferência de imprensa da sua apresentação como treinador do clube.

“É um clube único. Para um jogador importante ou um treinador importante não jogar ou não treinar no Real Madrid deixa um buraco importante numa carreira”, afirmou.

Ao lado de Jorge Valdano, responsável desportivo do Real Madrid, e sempre mantendo um rosto sério, José Mourinho foi hoje apresentado numa conferência de imprensa com dezenas de jornalistas.

“Por sorte e por trabalho a minha carreira tem sido muito bonita e gostava muito de treinar o Real Madrid. É um orgulho muito grande treinar o Real Madrid”, disse.

Pedindo desculpa por não falar bem o castelhano e usando várias expressões em italiano, após orientar o Inter de Milão durante dois anos, Mourinho prometeu que falará em espanhol fluente até à pré-temporada.

O português disse ainda que mais bonito que treinar ou jogar no Real Madrid é “ganhar no Real Madrid” e garantiu que apenas vai necessitar de contratar "três ou quatro jogadores" para ter uma equipa com o seu cunho.


(Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico)

domingo, 30 de maio de 2010

Cinema: Morreu o ator Dennis Hopper, realizador e protagonista de "Easy Rider"

Dennis Hopper (à direita) contracenando com Peter Fonda no filme "Easy Rider"

O ator norte-americano Dennis Hopper, um dos protagonistas e realizador do filme "Easy Rider" (1969), morreu ontem aos 74 anos, vítima de um cancro na próstata, anunciou o seu agente.

Dennis Hopper, que no final de março recebeu uma estrela no Passeio da Fama, em Hollywood, participou ainda em películas como "O Amigo Americano" (1977), "Apocalypse Now" (1979), "Rumble Fish" (1983), "Veludo Azul" (1986) (na foto infra), "Hoosiers" (1986), "Amor à Queima-Roupa" (1993) e "Speed - Perigo em Alta velocidade" (1994).

Foi duas vezes nomeado para os Óscares, uma como melhor ator secundário pelo seu desempenho em "Hoosiers" e outra pelo argumento de "Easy Rider", cuja autoria repartiu com Peter Fonda e Terry Southern.

Dennis Hopper contracenou com James Dean, o seu ídolo, em “Fúria de Viver" (1955) e “O Gigante" (1956).

A película "Easy Rider", na qual contracenou com Peter Fonda, é sobre a viagem de dois motociclistas pelos Estados Unidos, entre Los Angeles e Nova Orleães.

Os últimos meses da sua vida ficaram marcados, além da luta contra o cancro, pelo pedido de divórcio da sua atual e quinta mulher, Victoria Duffy, e pelas discussões em torno do testamento.

O ator nasceu a 17 de maio de 1936, no Kansas.

Fotos: Arquivo LW

Jovem Lena confirma favoritismo e vence Eurovisão



A Alemanha venceu sábado à noite o Festival Eurovisão da Canção que se realizou em Oslo, na Noruega.

O país vencedor foi representado pela jovem Lena Meyer-Landrut, de 19 anos, com o tema "Satellite" (243 pontos).

Esta é a segunda vez que a Alemanha vence o festival desde que este existe, já que este país foi dos que participaram na primeira edição, em Lugano, na Suíça, em 1956. A primeira vitória foi conseguida por Nicole, em 1982, com o tema "Ein bißchen Frieden".

Nos segundos e terceitos lugares classificaram-se a Turquia (170 p.) e a Roménia (162). A Turquia venceu uma vez o festival em 2003.

Um triste record para Portugal

Portugal terminou no 18º posto entre 25 concorrentes com o tema "Há Dias Assim", interpretado pela portuense Filipa Azevedo, de 18 anos.

Lúcia Moniz, com a canção "O meu coração não tem cor", alcançou em 1996 a melhor classificação de sempre de Portugal, o sexto lugar.

Portugal é detentor do record de participações - 43 vezes , desde 1964 (António Calvário, com "Oração) - sem nenhuma vitória.

A canção portuguesa


sábado, 29 de maio de 2010

Luxemburgo/Túnel de Howald na A1 em obras: A partir de hoje e durante seis meses, engarrafamentos à vista

Seis meses de engarrafamentos à vista na auto-estrada A1. É o que espera os automobilistas no troço do túnel de Howald, a partir de hoje e até ao final deste mês e Novembro.

As obras de renovação já começaram no túnel de Howald e administração das estradas "Ponts & Chaussées" fechou uma faixa de cada lado da auto-estrada.

Em média, 60 mil veículos atravessam diariamente este túnel de 450 metros de comprimento, ou seja, três vezes mais do que aquando da sua construção nos anos 90.

Na época em que foi construído as normas de segurança não eram tão restritas como agora, pelo que será necessário fazer certas obras de forma a cumprir a regulamentação. Sistema de ventilação, cablagem resistente ao fogo e iluminação indicando a distância das saídas de emergência, são alguns dos melhoramento a instalar.

Além disso, vai ser preciso recuperar algumas fissuras no betão e uma certa corrosão nas partes metálicas. As obras serão efectuadas num túnel de cada vez, sendo todo o trânsito desviado para o outro túnel. Como as alternativas a este itinerário são poucas e já estão sobrelotadas a certas horas do dia, os automobilistas vão ter que se dotar de reservas extras de paciência para passarem pelo túnel.

Deixar o carro em casa e apanhar um transporte público poderá ser a solução.

O custo previsto das obras é de 5,5 milhões de euros, dos quais 3,12 milhões para equipamento electromecânico e 1,31 milhões para a protecção catódica.

Foto: Gerry Huberty

Brasil: Lula da Silva não ambiciona ser secretário-geral das ONU

O secretário geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, desejou sorte ao presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, no caso de este vir a tornar-se o próximo líder da ONU, numa entrevista à emissora pública TV Brasil.

"Ouvi várias vezes estas conjecturas. Lula da Silva é um dos líderes mais importantes do mundo, mas eu não posso fazer comentários sobre isso”, disse Ban Ki-moon, ao ser questionado sobre se o Presidente brasileiro seria um bom secretário geral da ONU.

No entanto, Lula da Silva disse recentemente que não deseja o cargo de secretário-geral da ONU.

Ban Ki-moon está no Rio de Janeiro desde ontem, onde inaugurou com Lula o III Fórum Mundial da Aliança das Civilizações, que visa aproximar as pessoas de diferentes culturas e religiões.

Sampaio é alto representante da ONU na Aliança

A Aliança das Civilizações, uma iniciativa lançada em 2004 pelos Governos espanhol e turco e apoiada pela ONU, conta actualmente com a participação de 100 países e de 20 organizações internacionais. O ex-Presidente português Jorge Sampaio é o alto representante das Nações Unidas para a Aliança das Civilizações.

O fórum, que termina hoje, conta com a presença, entre outros, dos presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, Bolívia, Evo Morales, Eslovénia, Danilo Turk, Senegal, Abdoulaye Wade, Cabo Verde, Pedro Pires, e Timor-Leste, José Ramos-Horta, e dos primeiros ministros de Portugal, José Sócrates, e da Turquia, Recep Tayip Erdogan.

Asselborn representa Luxemburgo


O Luxemburgo, que também faz parte desta Aliança, está representado pelo seu vice-primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn.

Portugal-Venezuela: Sócrates encontra-se com Hugo Chávez

O primeiro ministro José Sócrates chega hoje à Venezuela para uma visita oficial, realizando um encontro com o presidente venezuelano Hugo Chávez após o qual serão assinados vários acordos comerciais.

A Venezuela e Portugal estão a afinar um acordo de 27 milhões de dólares para a construção de uma fábrica de medicamentos e para a aquisição de antibióticos.

Segundo um comunicado do Ministério do Poder Popular para a Saúde, da Venezuela, "o valor previsto em investimento de parte de Portugal é de 27 milhões de dólares (22,01 milhões de euros), que pode ser submetido a ampliações através do tempo".

"Portugal requer a energia fornecida pelo petróleo e nós complementamos com medicamentos, tecnologia e capacitação de recursos humanos", disse Serrasqueiro, citado num comunicado do Ministério Popular da Saúde.

O primeiro ministro também manterá um encontro com representantes da comunidade portuguesa na Venezuela, uma das maiores comunidades estrangeiras no País.

Portugal e Venezuela têm reforçado relações


Esta viagem à Venezuela acontece-se na sequência de um reforço visível nos últimos anos das relações com este país, apesar das dúvidas sobre a consistência democrática do regime de Hugo Chávez. O reforço das relações políticas traduziu-se, desde 2006, em quatro visitas do Presidente venezuelano a Lisboa e duas de José Sócrates a Caracas, a par de várias reuniões bilaterais de Chávez com o Presidente português, Aníbal Cavaco Silva, e com Sócrates, à margem de reuniões internacionais.

No campo energético há um conjunto de alianças para a participação da empresa petrolífera portuguesa, Galp, na faixa petrolífera de Orinoco (Venezuela).

No plano económico, foram assinados dezenas de acordos e houve uma clara intensificação das trocas, com um aumento das exportações portuguesas de 9,5 milhões de euros em 2004 para 51,1 milhões em 2008.

Tida no passado como a economia mais próspera da região devido ao "boom" petrolífero, a Venezuela lida com uma recessão, a desvalorização do bolívar (moeda venezuelana) e a oscilação dos preços do crude, mas mostra, por outro lado, resultados na luta contra a pobreza.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Festa dos Vizinhos, esta sexta-feira, no Luxemburgo e em toda a Europa

A cidade do Luxemburgo junta-se mais uma vez às festividades da "Festa dos Vizinhos", que se comemora esta sexta-feira, dia 28, em toda a Europa.

Face ao isolamento e ao individualismo, esta festa europeia dos vizinhos é uma iniciativa que pretende favorecer os contactos e desenvolver os contactos sociais.

Trata-se de uma boa oportunidade para se conhecer novos vizinhos ou voltar a conviver com os já conhecemos, e desenvolver a convivialidade de modo a romper com o anonimato e o isolamento. A Associação Luxemburguesa das Solidariedades de Proximidade tomou a iniciativa em 2009 e este ano volta a coordenar as acções a nível nacional, com o apoio dos municípios participantes.

As pessoas interessadas em organizar uma festa com os seus vizinhos podem consultar os sites da associação em www.nopeschfest.lu e www.fetedesvoisins.lu para obter informação e descarregar material promocional como, por exemplo, cartazes e convites.

Ilustração: Alexander Torres

Novo iPad chega hoje à Europa e só em Julho ao Luxemburgo

O iPad chega hoje a nove países, entre os quais seis europeus. No Luxemburgo, o ecrã táctil que combina as funções de um computador e de um leitor multimédia, apenas será comercializado a partir de Julho.

O novo produto da Apple está desde hoje à venda em França, na Grã-Bretanha, no Canadá, na Suíça, na Alemanha, em Itália, em Espanha, no Japão e na Austrália.

Prevê-se que, a partir de hoje, os mais impacientes se desloquem às vizinhas França e Alemanha para adquirir o novo gadget da Apple.

Desde o seu lançamento a 3 de Abril nos EUA, o iPad vendeu um milhão de unidades em apenas um mês. Esta inesperada procura no mercado americano obrigou a Apple a adiar por um mês o lançamento do iPad no mercado internacional.

Além do Luxemburgo, no mês de Julho, o iPad chega a oito países suplementares: Áustria, Bélgica, Hong Kong, Irlanda, México, Holanda, Nova Zelândia e Singapura.

Quanto ao mercado português, não há qualquer perspectiva da chegada do novo aparelho da sociedade de Steve Jobs.

Foto: Arquivo LW

Pedofília na Igreja luxemburguesa: 35 dossiês transmitidos ao Ministério Público

São 35 os dossiês já transmitidos ao Ministério Público por constituirem suspeitas sérias de abusos sexuais sobre adultos ou crianças envolvendo membros da Igreja luxemburguesa, informa o serviço de imprensa do arcebispado do Luxemburgo, em comunicado datado de 27 de Maio.

O comunicado lista a natureza e as estatísticas dos 108 testemunhos que lhe terão chegado desde 6 de Abril, data em que esta célula foi posta a funcionar pelo arcebispado com o objectivo de recolher eventuais casos de pedofília na Igreja luxemburguesa.

"Todos os factos remontam a várias décadas e, até ao momento, não foi registado nenhum caso de abuso sexual perpetrado recentemente por um membro da Igreja luxemburguesa", faz questão de precisar o arcebispado.

Esta célula continua a funcionar até 15 de Julho, podendo ser contactada nos dias úteis (de segunda a sexta-feira), pelo tel. 621 141 115, das 9 às 12h, e das 14 às 17h ou pelo e-mail: hotline@cathol.lu

Ráli de Portugal arranca hoje

O campeão do Mundo e líder do campeonato, o francês Sébastien Loeb (Citroën) realizou ontem o oitavo tempo Foto: Paulo Moreno/CONTACTO

O piloto finlandês Mikko Hirvonen (Ford) vai ser o primeiro a partir para a segunda prova especial de classificação do Ráli de Portugal, depois de na quinta-feira ter sido o mais rápido na super especial do Estádio do Algarve.

Em segundo lugar vai partir o argentino Federico Villagra (Ford), que gastou apenas mais um décimo de segundo do que Hirvonen na super especial, enquanto o campeão do Mundo e líder do campeonato, o francês Sébastien Loeb (Citroen) realizou o oitavo tempo, mas apenas com mais 1,5 segundos que o vencedor da super especial.

Depois do espetáculo de quinta feira, a competição "a sério" arranca hoje, com os pilotos a cumprirem uma jornada de seis provas especiais de classificação, num total de 128,58 quilómetros cronometrados.

O Rali de Portugal, sexta prova do mundial de ralis, decorre até domingo nas estradas do Algarve.

Parlamento português debate hoje proposta do PSD para suspender TGV Lisboa-Madrid por três anos

A suspensão por um período mínimo de três anos do projecto de construção da linha ferroviária de alta velocidade Lisboa-Madrid, proposta pelo PSD, vai ser votada esta sexta-feira no plenário da Assembleia da República.

No projecto de resolução, o PSD diz que a linha Lisboa-Madrid é "um investimento que contribuirá para o aumento da dívida externa do país" e defende que o Governo deve apostar no "investimento público de menor dimensão".

O PSD aponta, como exemplo, a aposta "na recuperação do património degradado, requalificando a rede de tribunais, de esquadras e de equipamentos de saúde, de forma a estimular, de modo imediato, a actividade económica de base local das pequenas e médias empresas".

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Dia 12 de Junho, em Mertzig: Jantar de solidariedade a favor de carenciados

A associação "Main dans la main", sediada em Ettelbruck, organiza um jantar de solidariedade no dia 12 de Junho, com baile e noite branca no restaurante Marso, em Mertizg, a partir das 19h.
Os lucros vão reverter a favor de associações e pessoas carenciadas ainda por determinar.

O jantar é constituído por dois pratos à escolha: Gambas com alho ou lombo assado com molho de cogumelos. O preço é de 23 euros por pessoa e as reservas podem ser feitas até dia 7 de Junho para o tel. 691 823 090 ou 621 680 508.

Música: Roger Waters celebra 30 anos do álbum "The Wall" em 2011 em Lisboa

O músico britânico Roger Waters, antigo baixista dos Pink Floyd, vai tocar ao vivo o álbum "The Wall" a 21 de março de 2011 no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, anunciou a promotora Ritmos & Blues.

Para celebrar os trinta anos da edição do álbum, Roger Waters iniciará uma digressão em setembro, que passará pela América do Norte e Europa e que se estenderá por 2011.

Em palco, Roger Waters terá um muro gigante que será derrubado ao longo do espetáculo.

Roger Waters é o principal compositor dos temas e da história que acompanha "The Wall", o álbum conceptual que os Pink Floyd editaram no final de 1979.

O tema do álbum, autobiográfico, desenvolve-se em torno de uma estrela rock que não consegue ultrapassar os traumas de infância e mergulha num isolamento, o "muro" que é derrubado simbolicamente no fim do disco.

O disco, que deu origem a êxitos como "Another Brick in The Wall pt.II" ou "Comfortably Numb", tem várias referências autobiográficas de Roger Waters, nomeadamente a morte do seu pai, que nunca chegou a conhecer, na II Guerra Mundial.

Na digressão dos Pink Floyd que promoveu "The Wall", os espetáculos seguiam uma coreografia cénica em que um enorme muro era erguido entre a banda e os espetadores, até ao seu desmoronamento no final dos concertos.

Em 1982, o realizador Alan Parker fez uma versão filmada do álbum, com sequências de animação idealizadas pelo cartonista Gerald Scarfe, recuperadas do espetáculo de palco da banda.

Em 1990, já sem os Pink Floyd, Roger Waters voltou a encenar o espetáculo em Berlim, com uma série de convidados que incluía Sinead O´Connor, Van Morrison e Bryan Adams.

Desde a sua edição, "The Wall" já foi 23 vezes disco de platina e é presença constante nas listas dos álbuns mais vendidos de sempre.

A última vez que Roger Waters esteve em Portugal foi em 2006 no Rock in Rio Lisboa.

O preço e dia de colocação dos bilhetes à venda não foram ainda anunciados.

Foto: Arquivo LW

Lance Armstrong e Tiago Machado na Volta ao Luxemburgo


Lance Armstrong vai participar no Skoda Tour de Luxembourg, que se disputa nas estradas do Grão-Ducado de 2 a 6 de Junho.
O corredor norte americano participou na prova em 1998 e venceu. Armstrong integra a equipa RadioSchack juntamente com o português Tiago Machado, Andreas Klöden, Sam Bewley, Daryl Impey, Andreas Klöden, Gregory Rast, Ivan Rovny e Björn Selander.
Fränck Schleck, vencedor da prova no ano passado, reconheceu que "a vinda de Armstrong é uma mais-valia para a corrida e uma excelente propaganda para o ciclismo no país. Vai haver espectáculo e isso é óptimo", completou.

Luxemburgo: Grevenmacher e Differdange disputam final da taça no domingo


Ao derrotar o Etzella por 3-1, o Differdange carimbou ontem o passaporte para a final da taça do Luxemburgo, que se disputa no próximo domingo, no estádio Josy Barthel, às 17h.
Depois de na terça-feira o Grevenmacher ter goleado o Fola por 5-1 com quatro golos de Dan Huss, o Differdange bateu no Thillenberg os nortistas num jogo bastante disputado.
Depois de Albanese ter dado vantagem à equipa da casa, o Etzella empatou por Camara e equilibrou a contenda no primeiro tempo.
Na etapa complementar a sorte sorriu à formação de Dan Theis, que onteve dois golos em cinco minutos por intermédio de Lebresne e Joachim. Face à eficácia dos anfitriões, Remacle falhou uma grande penalidade que poderia ter relançado o jogo e acabou com as esperanças da sua equipa chegar à final.

Portugal: Belmiro de Azevedo acusa Governo de falta de transparência e discussão nas decisões importantes

O fundador do grupo Sonae, Belmiro de Azevedo, acusou hoje o Governo de falta de transparência e discussão nas decisões importantes, e de estas serem realizadas "em gabinetes com paredes de betão".

"[É necessária] essa cultura de transparência nas decisões importantes do Governo português. Não podem ser propostas decididas em gabinetes com paredes de betão, tem que ser em gabinetes com paredes de vidro, para que toda a gente saiba que o bem público é algo que tem de ser protegido, com muita transparência", afirmou o empresário.

Belmiro de Azevedo, que falava no final da apresentação das conclusões preliminares do Projeto Farol, em Lisboa, explicou que este processo de decisão "tem de ser feito com mais transparência" até porque "há muita gente que tem outras propostas que podem ser tão boas ou talvez melhores" do que as tomadas.

"Nós vemos que todos os casos que aparecem têm a ver com decisões que não são de facto contrariadas, discutidas, num ambiente de trazer para cima da mesa propostas", considerou Belmiro de Azevedo.

A transparência é um dos pontos vincados pelo projeto liderado por Daniel Proença de Carvalho em parceria com a empresa de consultadoria Delloite, que defende ainda a retirada do Estado, o mais possível, da economia.

Belmiro de Azevedo abordou ainda a questão da tributação, explicando que todo o processo tem de ter mais participação e clarificação, dando o exemplo da comparação entre a carga fiscal de Portugal e dos países nórdicos.

"Há países que a tributação ainda é superior, mas nesses países, nomeadamente os nórdicos, o Estado oferece bons serviços. As pessoas deixam de gastar dinheiro. Bons hospitais, boas comunicações, boas estradas, poupam em tudo. É preciso comparar tudo", afirmou.

Criança atropelada por autocarro em Schifflange é portuguesa

A criança atropelada ontem por um autocarro em Schiflange tem nacionalidade portuguesa, disse o gabinete de imprensa da Polícia ao CONTACTO. A menina de 11 anos foi colhida quando se preparava para atravessar a rue d'Esch, perto de uma passagem de nível.

O acidente deu-se ontem por volta das 12h30. A criança ficou gravemente ferida. O condutor do autocarro, em estado de choque depois do acidente, recebeu apoio psicológico, de acordo com o comunicado divulgado pela Polícia.

Luxemburgo: Cabo Verde é novo destino de férias da Luxair

A Luxair vai passar a voar para Cabo Verde a partir de Dezembro. O arquipélago é o novo destino turístico no catálogo de Inverno da Luxair Tours, o grupo de viagens organizadas propriedade da companhia aérea luxemburguesa, soube o CONTACTO junto do responsável de comunicação da empresa.

"Cabo Verde é um destino natural. Ha muitos cabo-verdianos no Luxemburgo, e todos os anos nos sugerem Cabo Verde, nas sondagens que fazemos informalmente junto dos nossos clientes. Nos últimos anos o país fez grandes progressos nas infra-estruturas turísticas, o que, aliado à beleza natural, faz de Cabo Verde um destino à altura dos nossos clientes", garante o responsável de comunicação da Luxair.

As viagens para o arquipélago a partir do Luxemburgo deverão arrancar no próximo mês de Dezembro e prolongar-se até Março, antecipou Yves Hoffmann ao CONTACTO.

O catálogo de Inverno da Luxair Tours, que ainda não está concluído, deverá incluir programas de férias com hotel incluído, em regime de meia-pensão ou pensão completa. Os voos estarão também disponíveis para quem não queira adquirir o "pacote" integral proposto pela Luxair, que inclui estadia em hotéis seleccionados pela empresa.

Luxemburgo: Concurso Nacional de Karaoke - inscrições até 31 de Maio

Durante o mês de Junho vai decorrer um grande concurso de karaoke a nível nacional, numa iniciativa da Karaokes Coyote, gerida por Ricardo Pinto, e a delegação do partido socialista (LSAP) de Pétange.

"Para dar a oportunidade ao maior número de concorrentes de participarem, o concurso aceita participantes de todas as nacionalidades", explica Ricardo Pinto, da organização.

"Resolvemos organizar um concurso em grande escala porque reparámos que há cada vez mais adeptos do karaoke", explica o responsável. "O concurso terá duas eliminatórias, que decorrerão simultaneamente em três estabelecimentos portugueses". No Black & White Bar, em Esch/Alzette (125, rue de l'Alzette), as eliminatórias têm lugar a 11 e 18 de Junho, às 21h; na Brasserie A Capital, na cidade do Luxemburgo (place de Paris), nos dias 12 e 19, às 22h; na Brasserie du Centenaire, em Pétange (1, rue Aloyse Kayser), a 13 e 20 de Junho, às 15h. Em cada eliminatória serão seleccionados seis concorrentes.

A final contará 18 finalistas e está marcada para 17 de Julho no Centro Cultural de Lamadelaine (Pétange), a partir das 21h. Nessa noite, além da finalíssima, passam pelo palco Saúl, autor do sucesso "O Bacalhau quer Alho" (1996), e o grupo de dança "100 % Tugas". O baile é animado pelos Nova Geração, um grupo formado recentemente no Luxemburgo.

O primeiro prémio é um cheque de 500 euros; o segundo classificado ganha um vale de desconto de 200 euros na agência de viagens Taki-Tálá; o terceiro prémio é um book fotográfico oferecido pela RPimagem. As inscrições decorrem até 31 de Maio pelos telefs. 691 243 002 (Ricardo Pinto) e/ou 26 48 08 93.

Luxemburgo: Resposta à candidatura da procissão dançante de Echternach a património mundial da UNESCO só em Novembro

Em Novembro deste ano, o Luxemburgo terá uma resposta à candidatura da procissão dançante de Echternach a património mundial da UNESCO.

Em Agosto de 2008, o Grão-Ducado entregou um dossiê de candidatura para inscrever a procissão dançante de Echternach no património cultural imaterial da humanidade. No início de Outubro do ano passado, o Comité Intergovernamental da UNESCO não deu parecer favorável ao dossiê, por considerar um dos critérios de inscrição não preenchido. O órgão estimou que o evento não constava em nenhum "inventário nacional".

Na altura, em declarações ao diário luxemburguês Luxemburger Wort, Jean-Pierre Kraemer, presidente da Comissão Nacional para a cooperação com a UNESCO, afirmou que se tratava de um relatório "profundamente injusto".

Este contratempo não colocou em risco a legitimidade do dossiê que em Novembro vai ter uma nova resposta a partir da cidade de Nairobi (Quénia).

A procissão dançante de Echternach ("Sprangprozessioun"), ritual religioso que remonta ao ano de 739, em homenagem a Santo Wilibrord, tem lugar uma vez por ano, na terça-feira de Pentecostes, junto à Abadia da cidade.

Este ano, a "Sprangprozessioun" voltou a atrair mais de uma dezenha de milhar de fiéis (11.139 segundo os voluntários da Obra de São Wilibrord).

Sob a égide do arcebispo do Luxemburgo, monsenhor Fernand Franck, coube este ano ao bispo de Aix-la-Chapelle (França), monsenhor Heinrich Mussinghof proferir o sermão que antecede a procissão.

Na sua homilia, monsenhor Heinrich Mussinghof apelou aos fiéis para que intervenham a favor da paz e para um mundo melhor.

Referindo-se aos abusos sexuais cometidos por elementos do clero, monsenhor Heinrich Mussinghof exprimiu a vergonha que a Igreja sente e apelou à oração para obter o perdão das vítimas e das famílias em questão.

Findo o discurso, 8.409 dançarinos e 1.555 músicos (segundo os voluntários da Obra de São Wilibrord) percorreram as ruelas que circundam a basílica, mostrando que a fé também se manifesta com os pés, ao executarem uma dança transmitida ao longo de várias gerações, levando cerca de hora e meia para percorrer a distância de um quilómetro.

Foto: Gerry Huberty

Ministro dos Negócios Estrangeiros luxemburguês chega hoje ao Rio de Janeiro

O ministro dos Negócios Estrangeiros luxemburguês, Jean Asselborn, chega hoje ao Rio de Janeiro, onde fica até sábado.

Nesta visita de três dias, Asselborn vai participar no Fórum da Aliança das Civilizações das Nações Unidas.

Esta aliança, criada em 2005, tem como principal objectivo "lutar para diminuir as clivagens cada vez maiores entre as diferentes comunidades e sociedades, através da reafirmação do paradigma do respeito mútuo entre os povos de diferentes origens culturais e religiosas, e ajudar simultaneamente a mobilizar uma acção concertada".

Foto: Guy Jallay

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Criança atropelada por autocarro em Schifflange gravemente ferida



Uma criança foi atropelada por um autocarro em Schiflange, quando se preparava para atravessar a rue d'Esch, perto de uma passagem de nível.

O acidente deu-se por volta das 12h30. A criança, de 11 anos, ficou gravemente ferida, de acordo com o comunicado divulgado pela Polícia. O condutor do autocarro, em estado de choque depois do acidente, recebeu apoio psicológico.

Foto: Polícia grão-ducal

Luxemburgo: Desemprego volta a diminuir

O desemprego diminuiu em Abril pelo segundo mês consecutivo e situa-se agora nos 6 %. Em finais de Abril, estavam inscritas na Administração do Emprego (ADEM) 14.111 pessoas, o que constitui uma redução de 3,7% (-542 pessoas,) em relação a Março. Os números foram revelados hoje pelos ministros do Emprego e da Economia, Nicolas Schmit e Jeannot Krecké, após a reunião do Comité de Conjuntura.

Em relação a Abril de 2009, o número de pessoas desempregadas aumentou 10,6 %, o que corresponde a mais 1.350 pessoas. A taxa de desemprego subiu assim de 5,5 %, em Abril de 2009, para 6,0%, em Abril deste ano.

Em finais de Março, 6.802 desempregados residentes no Luxemburgo beneficiaram do subsídio de desemprego, o que representa um aumento de 4,0 % em relação ao mês homólogo de 2009.

O Comité de Conjuntura diz ter ainda analisado 88 pedidos de empresas para o desemprego parcial, tendo 84 obtido parecer favorável. Assim, num universo total de 7.887 pessoas, 3.294 assalariados irão trabalhar em horário reduzido.

Foto: Guy Jallay

UE quer mais controlo nos orçamentos dos Estados - deputados luxemburgueses estão cépticos

A Comissão Europeia formalizou a 12 de Maio uma proposta para fiscalizar de forma mais apertada os orçamentos de cada Estado-membro da União Europeia (UE), mas os líderes dos principais grupos parlamentares luxemburgueses estão cépticos.

Ao abrigo das novas regras, os países da Zona Euro vão ser obrigados a submeter os seus orçamentos à avaliação prévia de Bruxelas, para garantir que respeitam o Pacto de Estabilidade e que o défice está sob controlo. No Luxemburgo, os grupos parlamentares estão cépticos e lamentam a perda de soberania que a medida pode vir a implicar. "Os Parlamentos nacionais são soberanos, cabe-lhes decidir [em matéria de orçamento de Estado]", disse Lucien Lux, presidente do grupo parlamentar do LSAP, em declarações ao diário La Voix. Para o líder da bancada parlamentar socialista, "se a Comissão vier a exigir a revisão do sistema de pensões ou a abolição do mecanismo de indexação de salários, isso seria inaceitável". "Não podemos permitir que [a UE] calque a soberania dos Estados e dos seus eleitos", disse.

Para Claude Meisch, do DP, a medida extravasa as competências da UE e coloca em segundo plano os parlamentos nacionais. "Os cidadãos não vão compreender que a Comissão Europeia se pronuncie antes dos deputados que elegeram", disse Meisch à Voix. O líder da bancada parlamentar dos liberais defende que a Comissão aplique de forma "mais correcta" o Pacto de Estabilidade, e "faça valer estas regras" antes de decidir reforçar a fiscalização dos orçamentos.

François Bausch, líder dos Verdes ("Déi Gréng"), também está contra a proposta da nova Comissão Barroso. "Não devemos ceder o nosso direito de determinar o orçamento [de Estado] a Bruxelas", disse Bausch.

Os mais conciliadores são os cristãos-sociais (CSV). Jean-Louis Schiltz prefere aguardar para ver em que vai consistir a fiscalização orçamental da Comissão. "Se a Comissão vier a integrar o processo [de aprovação dos orçamentos de Estado], emitindo pareceres, a situação será no interesse de todos, numa perspectiva de prevenção", diz Schiltz.

A proposta de Bruxelas surge em resposta à crise financeira que afectou vários países europeus e que ameaça a moeda única.

Portugal e Holanda estreiam na Europa automóvel totalmente eléctrico da Nissan

O Nissan Leaf começa a ser comercializado em Portugal, em Dezembro,
e já traz as pilhas incluídas


Portugal e Holanda vão ser os "primeiros países europeus" onde vai ser comercializado, a partir de Dezembro, o Nissan Leaf, um veículo automóvel totalmente eléctrico, com baterias de iões de lítio, e de emissões zero, adiantou António Pereira Joaquim, director de comunicação da Nissan Iberia em Portugal.

O responsável explicou que o Nissan Leaf é o "primeiro veículo totalmente eléctrico destinado, à semelhança de qualquer outro automóvel, à comercialização em massa". O veículo "vai começar a ser comercializado no Japão e nos Estados Unidos, em Novembro, chegando depois à Europa". Com capacidade para cinco passageiros, o Leaf pertence ao segmento C e já vai incluir as baterias.

O responsável referiu ainda que o veículo vai custar 34.955 euros, mas salientou que os compradores vão poder beneficiar do "incentivo de cinco mil euros aprovado pelo Governo", por isso, "o preço final do automóvel vai ser 29.955 euros", sublinhou, garantindo que "o único custo" para os automobilistas que optarem por este veículo "vai ser a eletricidade, que custa um euro por cada cem quilómetros, em média".



O interior ergonómico do Nissan Leaf

Destaques da edição do jornal CONTACTO de 26 de Maio

Na edição do jornal CONTACTO desta quarta-feira, 26 de Maio, fazemos manchete com mais uma reportagem da série que estamos a publicar sobre os diversos aspectos sociais que afectam comunidade portuguesa no Luxemburgo. Depois do ensino, do desemprego e da pobreza, esta semana o tema que investigamos foi o da toxicodependência e o que apuramos foi que os portugueses representam quase metade dos toxicodependentes no país. O CONTACTO foi falar com alguns portugueses que não conseguem sair do mundo da droga, bem como com técnicos sociais que lidam de perto com esses doentes.

Na primeira página, destaque ainda para o triplete de Mourinho. Ao vencer a Liga dos Campões frente ao Bayern de Munique, no sábado, o treinador português conseguiu que o Inter de Milão alcançasse o que nunca antes nenhum outro clube italiano tinha conseguido: conquistar, na mesma época, o título europeu, o campeonato nacional e a taça.

Outra das notícias que avançamos esta semana é que segundo um estudo recente, os empresários luxemburgueses acreditam na retoma da economia grã-ducal, mas só lá para o final de 2011, na melhor das hipóteses.

Fique ainda a saber que a Luxair vai voar para Cabo Verde, a partir de Dezembro, e que esta é uma das medidas que visa safar a companhia de bandeira luxemburguesa do défice de sete milhões de euros em que está atolada.

No desporto, todos os pormenores sobre o novo campeão nacional de futebol, a Jeunesse, que conquistou o título sexta-feira e acabou assim com um jejum de seis anos.

Estas e outras notícias no jornal CONTACTO desta semana, o seu semanário no Luxemburgo.


-------------------------

Ainda não recebe o CONTACTO em casa?

Para receber o jornal gratuitamente (exclusivamente para residentes no Grão-Ducado), inscreva-se no site oficial do jornal em www.contacto.lu ou pelo tel. 4993-9393 (Departamento de Assinaturas).

terça-feira, 25 de maio de 2010

Luxemburgo ameaça Google com tribunal

A Comissão Luxemburguesa para a Protecção de Dados (CNPD) ameaça apresentar uma queixa contra a Google por esta registar parte das informações provenientes de contas de redes "wifi" (sem fios) não protegidas nas cidades por onde o seu carro tem andado a gravar imagens para o serviço de cartografia "Streetview".

Em vez de registar imagens – fotos de rua, de casas, de monumentos, por exemplo – e dados públicos para o Streetview, o automóvel da Google cometeu um "erro", admitiu publicamente na semana passada a direcção da Google, ao ter captado, desde 2006, informações que transitam por contas "wifi" não protegidas por palavra-passe. Muitos internautas manifestaram-se preocupados com o uso que pode ser dado aos seus dados pessoais.

Para sossegar os espíritos, a direcção da Google afirma que apenas fragmentos de informação foram interceptados. Além disso, segundo aquela empresa especializada em busca na internet, seria preciso que alguém tivesse utilizado a sua rede "wifi" no momento em que a viatura – a Googlecar – passasse. Além disso, a Google assegura que o equipamento "wifi" dos carros muda automaticamente de canal todos os cinco segundos. Para a Google, não há razões para entrar em pânico, até porque as viaturas foram imobilizadas logo que o problema foi identificado e as informações pessoais foram colocadas em redes inacessíveis.

Ao todo, a companhia americana calcula em 660 gigabytes a quantidade de dados colectados por inadvertência desde 2006, o equivalente à capacidade de um disco duro corrente. A Google garante ainda que esses dados serão rapidamente destruídos.

Para já, a Google vai discutir com as autoridades de regulação dos países em causa, um pouco por todo o mundo, a forma mais rápida de se desembaraçar desses dados. O Luxemburgo é um desses países.

Cantor português Beto morre, vítima de acidente vascular cerebral

O cantor português Beto, de 42 anos, morreu domingo em Torres Vedras, vítima de um acidente vascular cerebral, disseram à agência Lusa fontes da editora Farol e de uma das empresas patrocinadoras do músico.

Nascido em Peniche em Dezembro de 1967, Beto - de seu nome verdadeiro Albertino João Santos Pereira - fundou em 1992 o grupo Tanimaria, que actuava habitualmente no bar Xafarix, em Lisboa. Em 2000 foi convidado a gravar um disco com a cantora Rita Guerra, que deu origem ao álbum "Desencontros", apresentado por ambos em digressão por todo o país.

O cantor chegou a representar Portugal no Festival da OTI, em 1998, na Costa Rica, com o tema "Quem Espera (Desespera)", tendo alcançado o terceiro lugar.

Em Julho de 2003 lançou o seu primeiro álbum a solo - "Olhar em Frente" - que a Associação Fonográfica Portuguesa (AFP) certificou o disco de dupla platina, e que se tornou o disco português mais vendido de 2004 com mais de 50 mil álbuns vendidos.

As suas interpretações ficaram conhecidas através de músicas que gravou para algumas telenovelas, como "Nunca Digas Adeus" ou "Tudo por Amor". Em apenas três anos, entre 2000 e 2003, gravou oito temas para bandas sonoras de telenovelas.

Em 2005, lançou o álbum "Influências", que em seis meses foi disco de platina com mais de 30 mil cópias vendidas.

Nos anos seguintes lançou "Porto de Abrigo" e "Por minha conta e risco". Em 2009, a Farol editou o seu disco "O Melhor de Beto".

Lusa

Mundial2010: Cristiano Ronaldo diz que selecção vai estar "a 200% no Mundial"

O “capitão” da selecção portuguesa de Futebol, Cristiano Ronaldo, admitiu hoje que Portugal não jogou bem no particular com Cabo Verde (0-0), mas garantiu que a equipa estará a “200 por cento” na África do Sul.

“Temos consciência de que não jogámos bem, mas é melhor jogar mal agora e estar bem no Mundial” disse Cristiano Ronaldo, após o nulo no primeiro encontro de preparação da turma das “quinas” para o Mundial2010.

“Não estou preocupado com o jogo de hoje. Sei que a equipa vai estar a 200 por cento no Mundial”, acrescentou o capitão, que se diz “preparado para dar golos à seleção”.

Fábio Coentrão, o jogador que esteve mais em destaque no primeiro tempo, realçou que nem todos os jogadores chegaram ao estágio no mesmo tempo. “O jogo não correu bem, mas serviu para ganhar ritmo”, sublinhou.

O defesa Zé Castro diz não se sentir o 24º jogador da equipa. “Estou tranquilo. Quando se trata de uma seleção os interesses pessoais nunca se podem sobrepor aos interesses coletivos”.

Questionado se a lesão de Tiago, cuja gravidade ainda não é conhecida, pode aumentar as suas probabilidades de ir ao Mundial, o jogador do Deportivo da Corunha disse: “Mal de mim estar à espera do mal dos outros”.

O avançado Liedson frisou que se tratou de um jogo de preparação e assegurou que o resultado não compromete a prestação da equipa no Mundial da África do Sul.

“Não era o resultado que queríamos, mas temos de ter paciência. Tirámos boas lições, sabemos que precisamos melhorar”, referiu.

Também o médio Deco fez referência às “diferentes fases de preparação” em que se encontram os jogadores.

O avançado Nani acentuou que “toda a gente se esforçou”. “Estamos cientes que temos de melhorar alguns aspectos. Criámos várias ocasiões, o que faltou foi a bola entrar”, frisou.

Portugal: Sócrates termina hoje consultas para decidir que candidato presidencial o PS vai apoiar

O secretário geral do PS, José Sócrates, conclui hoje, terça-feira, na sequência de reuniões com o Grupo Parlamentar socialista e com os presidentes de federações, o processo interno de auscultação ao seu partido sobre as eleições presidenciais.

As reuniões com o Grupo Parlamentar do PS, com os presidentes das federações e a de segunda-feira com os presidentes de câmaras socialistas antecedem a decisão final dos socialistas sobre a candidatura presidencial de Manuel Alegre, prevista para o próximo domingo em reunião da Comissão Nacional do PS.

A reunião da Comissão Nacional do PS esteve prevista inicialmente para sábado, mas foi adiada por um dia devido à agenda oficial de José Sócrates, enquanto primeiro ministro.

José Sócrates realiza esta semana uma visita oficial ao Brasil e Venezuela e regressa a Lisboa no domingo de manhã.

domingo, 23 de maio de 2010

EUA: Estado do Texas reescreve manuais de História para serem menos "anti-americanos"

O imperialismo norte-americano nunca existiu, a recusa árabe do estado de Israel é responsável pelo conflito no Médio Oriente e a ONU ameaça a soberania dos Estados Unidos passam a ser respostas corretas nos exames dos alunos do Texas.

Segundo a agência espanhola EFE, o novo programa escolar do Texas, de mais de 100 páginas, foi adotado sexta feira pelo conselho educativo do estado por nove votos a favor e cinco contra.

Os nove votos favoráveis são de conservadores e conseguiram fazer passar um documento que será a base da elaboração dos livros para as provas de quase cinco milhões de alunos, do segundo maior estado norte-americano na próxima década.

E como o Texas é um dos maiores consumidores de livros, as editoras preveem que as alterações agora definidas ultrapassem as fronteiras do estado.

"Acho que não se pode ler a história do nosso pais sem ter em conta que o Livro Santo e os espírito do Salvador foram os génios que o orientaram desde o princípio", afirmou a presidente do Conselho, a conservadora Cynthia Dunbar, acrescentando que os Estados Unidos são uma "terra cristã governada por princípios cristãos".

Assim, em vez de "imperialismo" norte-americano os novos guias falam em "expansionismo", mantendo contudo a palavra para "a penetração económica e militar no estrangeiro" quando está envolvido outro país que não os EUA.

É também pedido aos estudantes que "avaliem os esforços das organizações internacionais para minar a soberania dos Estados Unidos".

Dois assuntos que ficam fora dos programas são os grupos de defesa dos direitos dos afro-americanos e dos hispânicos e a memória de Ted Kennedy, o senador democrata que foi uma referência da esquerda até à sua morte o ano passado.

Em contrapartida, o antigo presidente Ronald Reagan é descrito como um dos grandes heróis da pátria, no estado natal de outro antigo responsável da Casa Branca, George W. Bush.

Revisionismo e ideiais anti-Obama

As mudanças são tão drásticas que um dos membros do conselho educativo pediu, por exemplo, que seja sempre usado o segundo nome do atual presidente dos EUA, Barack Hussein Obama.

Os grupos de direita insistem que Obama não nasceu nos Estados Unidos e fazem questão de o tratar por "Hussein", para que não seja esquecida a sua origem árabe.

Também foi aprovada uma proposta para retirar dos livros escolares a referência ao "comércio de escravos", substituindo-o por um "comércio triangular do Atlântico" que prosperou.

Apesar de tantas alterações, a escravatura vai continuar a fazer parte da história do Texas.

Futebol: Mourinho "interessado" em treinar o Real Madrid

O treinador português José Mourinho reconheceu estar "interessado" em trabalhar no Real Madrid na próxima época, após o triunfo na Liga dos Campeões em futebol, ao serviço do Inter de Milão.

Em declarações à RTP em Madrid, Mourinho admitiu que "em princípio" vai treinar o clube madrileno, quando questionado sobre se para o ano estaria mais vezes no estádio Santiago Bernabéu.

"Em principio, sim. Ainda não falei com ninguém do Real Madrid, mas sei que o interesse existe e eu também estou interessado. Com a conquista da Champions, o meu trabalho no Inter está acabado. Não me motivam as Supertaças da Europa nem a Intercontinental", disse à RTP.

José Mourinho explicou também ainda não ter falado com ninguém do Real Madrid, mas que Jorge Mendes, o seu agente, tem mantido contactos com os responsáveis do clube de Cristiano Ronaldo.

"Jorge Mendes já falou e nós sabemos o que o Real Madrid quer e quais as motivações inerentes a este convite", explicou.

O treinador português, que conquistou já duas Ligas dos Campeões (pelo FC Porto em 2004 e sábado pelo Inter de Milão), sublinhou ainda ser "demasiado jovem" para ficar por aqui neste tipo de conquistas.

sábado, 22 de maio de 2010

Mundial2010: Cinco mil bilhetes vendidos para o jogo entre Portugal e Cabo Verde

Os primeiros cinco mil ingressos para o jogo entre Portugal e Cabo Verde, de preparação para o Mundial de futebol África do Sul, foram hoje vendidos.

O encontro particular, que serve de preparação à equipa das “Quinas”, joga-se segunda feira, pela 19h30, no Complexo Desportivo da Covilhã, cidade onde os escolhidos pelo seleccionador Carlos Queiroz estão a estagiar.

Segundo Pedro Silva, vereador na Câmara Municipal da Covilhã, restam três mil dos oito mil bilhetes postos hoje à venda, no edifício da autarquia e através da Federação Portuguesa de Futebol e Associação de Futebol de Castelo Branco.

Na Câmara Municipal covilhanense os ingressos podem ser adquiridos, entre as 10h00 e as 17h, a 20 euros para os topos do estádio e a 25 euros para a bancada superior central.

Quando as portas abriram já estavam formadas filas, porque os adeptos receavam uma grande afluência á compra de bilhetes e que estes esgotassem logo no primeiro dia.

Na Covilhã, estudam cerca de 75 universitários originários de Cabo Verde, a quem foi comunicado, por parte da Federação Cabo-verdiana de Futebol, que terão entradas gratuitas no estádio.

Nos dias 21 e 23, a selecção portuguesa de futebol volta a treinar de porta aberta, às 17h.

Luxemburgo: 24° Festival dos Campinos da União, sábado, em Dommeldange

A União organiza o seu 24° Festival dos Campinos da União, este fim-de-semana na sala Pir Pelkes, em Dommeldange. No sábado, há baile com Nova Era, às 21h.

No domingo, às 15, actuam os Campinos da União, Jamatodos (Burkina Faso+Portugal), o Rancho Regional Terras da Maia, Grupo Etnográfico do Alto Minho, Rancho Português de Bienne (Suíça), Rancho São Pedro, de Colónia (Alemanha), Juventude Portuguesa de Dudelange, e o Rancho Português de Hagen (Alemanha).

Nos dois dias haverá comes e bebes à portuguesa. A entrada é livre.

República/100 anos - o escudo veio e foi

Quase cem anos após a criação do escudo, as finanças nacionais estão numa situação idêntica. O escudo desapareceu, o euro nasceu, mas voltaram os défices recordes e necessidade de cortar na despesa, que atormentaram o início da moeda da República.

O escudo nasceu por decreto do regime republicano, a 22 de maio de 1911, e sobreviveu até à entrada em circulação do euro em 2002. Quase 91 anos de uma vida complicada e sempre assombrada pelos défices.
Ler +

Luxemburgo: União Desp. Portuguesa festeja 18 anos e geminação de Wormeldange com Mortágua

A União Desportiva Portuguesa (UDP) de Wormeldange festeja este domingo, 23 de Maio, o seu 18° aniversário. Simultaneamente, a UDP quer igualmente celebrar o 6° aniversário da geminação de Wormeldange com Mortágua. Este duplo aniversário será assinalado através de um almoço (scampis e frango no churrasco) e com uma tarde de folclore no Centro Cultural daquela localidade.

Convidados para a festa estão os ranchos de Remich, Províncias de Portugal e Luso-Luxemburguês.

Ao serão, o baile será animado por Carlos Mecha.

José Alberto Reis, este sábado, em Steinfort

José Alberto Reis actua este sábado à noite no Centro Roudemer, em Steinforf, no âmbito da Grande Festa de Pentecostes que a Associação das Actividades dos Portugueses de Steinfort (AAPS) organiza.

No sábado, o serão começa às 21h e conta, além do artista vindo de Portugal, com baile abrilhantado por Carlos Mecha e a actuação dos grupos de dança Onda Jovem e Estrelas Lusas, bem como do grupo de danças e cantares "Aldeias de Portugal", que pertencem à AAPS.

No domingo, a festa continua e a matinée será animada pelo duo Inovação. Nos dois dias, haverá jogos tradicionais, tômbola, torneio de futebol e comes e bebes à portuguesa.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Comunidades Portuguesas: Deputados do PSD querem mais transparência na atribuição de subsídios às associações

Os deputados do PSD pela Emigração Carlos Gonçalves e José Cesário querem mais transparência nos apoios que o Governo dá às associações portuguesas no estrangeiro e criticam o fim das listas com os subsídios atribuídos nesse âmbito.

"Dantes eram publicados os apoios dados pela Direcção Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas (DGACCP) às associações, mas desde 2007 que deixaram de ser publicados e deixou de haver transparência", disse hoje à Agência Lusa o deputado José Cesário.

De acordo com o social-democrata, a alteração deu-se quando a DGACCP "perdeu a autonomia financeira e os apoios começaram a ser processados pelo Departamento Geral de Administração do Ministério dos Negócios Estrangeiros".

"Ninguém sabe o que se passa. Dantes sabia-se para onde ia o dinheiro e agora não", disse o deputados.

Por isso, os deputados do PSD apresentaram um requerimento na Assembleia da República onde questionam o Governo sobre as razões que levaram à não publicação em Diário da República destas listagens tal como era hábito até 2007.

"Está o Ministério a ponderar retomar a publicação destas listagens tão importantes para o movimento associativo português no estrangeiro?", perguntam os sociais democratas.

José Cesário e Carlos Gonçalves querem ainda saber se o MNE pode enviar as listagens com os apoios concedidos em 2008 e 2009 "para se ter uma ideia mais clara das verbas distribuídas e quais as Associações beneficiadas".

Xangai2010: Mais de 300 mil pessoas já visitaram pavilhão de Portugal

Mais de 300 mil pessoas já visitaram o pavilhão de Portugal na Expo 2010, em Xangai, na China, confirmando a “boa afluência” registada desde a abertura do certame, há três semanas, disse o comissário geral de Portugal, Rolando Borges Martins.

O número, considerado um bom indicador”, foi alcançado hoje ao final da tarde (hora local), o que representa uma média diária de cerca de 14 200 visitantes.

A Expo 2010, dedicada ao tema “Better City, Better Life” (Melhores Cidades, Maior Qualidade de Vida), decorre de 01 de maio a 31 de outubro numa área de 528 hectares (cerca de 10 vezes a Expo 98, em Lisboa).

É a maior exposição universal de sempre, com cerca de 240 países e organizações internacionais representadas.

Guineense Américo Gomes, este sábado, em Weimerskirch, na capital

O músico e cantor guineense Américo Gomes, virtuoso de géneros musicais como a kizomba, o gumbé, o zouk, o soul e o r'n'b estará em concerto este sábado, 22 de Maio, no restaurante Odéon, no bairro de Weimerskirch, na cidade do Luxemburgo (10, rue München Tesch).

Américo Gomes começou a sua carreira musical nos anos 80, na Guiné Bissau. Em 1987, com apenas 13 anos, participa no festival organizado pela Radio France International, onde vence o prémio revelação. A partir daí começa a gravar nos estúdios da Rádio Nacional da Guiné Bissau. Parte para Portugal em 1990, ano em que grava álbum de estreia, "Mundo Mein", com a chancela da editora Sons de África. Três anos depois edita o seu segundo disco "Parlamanto K". O artista marca uma pausa de oito anos na sua carreira musical, durante os quais vai estudar para a Alemanha. Depois desse interregno, regressa a Portugal e à música para editar "Nha Nomi". O jovem chega ainda a trabalhar em gestão de empresas dada a sua formação profissional, mas não demora muito até criar a sua própria editora, a A. Gomes Music Lda., com a qual lança, em 2008, o seu quarto álbum, "Ultra Deguedazz".

Sábado, o serão, que começa pelas 22h, conta igualmente com a animação de DJ Cox.

Os bilhetes custam 20 euros, em pré-venda (nos locais habituais) e 25 euros, na bilheteira.

Este concerto é uma iniciativa de um grupo de amigos guineenses residentes no Luxemburgo.

Dudelange inova com serviço gratuito ao cidadão - notícias por SMS

A autarquia de Dudelange vai informar os moradores do comuna sobre a actualidade do município através de um novo serviço gratuito de SMS. O projecto "sms2citizen" (um sms para o cidadão) foi apresentado quinta-feira pelo burgomestre da cidade, Alex Bodry.

Os cidadãos podem desde já inscrever-se no site da comuna em www.dudelange.lu e escolher que tipo de informações desejam receber, de entre três assuntos propostos: "Actualidades", com informações úteis sobre o estado do trânsito e as estradas em obras; "Cultura" e "Festas e Manifestações". As informações enviadas por SMS serão igualmente publicadas no site www.macommune.lu, portal que reagrupa os sites de muitas das autarquias do país e ao qual se pode aceder também por iPhone.

Bodry aproveitou para recordar que o município dispõe igualmente de um "Infokanal " (canal de informações da autarquia), no qual difunde a programação das manifestações locais, bem como uma retrospectiva em imagens dos principais acontecimentos do mês anterior.

Luxemburgo: Lei contra assédio moral só deverá ser realidade em 2011

O assédio moral ou "mobbing" é a exposição de pessoas a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas no local de trabalho e no exercício de suas funções.

"O assédio moral existe em qualquer lugar e pode afectar qualquer pessoa, incluindo personalidades fortes", expõe Joé Spier, secretário-geral assistente no sindicato LCGB e presidente da associação "Mobbing", fundada pelo sindicato em 2001. Cálculos baseados sobre um número de 300 mil trabalhadores mostram que há, todos os anos no Luxemburgo, cerca de 22 mil semanas de declarações de incapacidade de trabalho que se ficam a dever ao assédio moral no trabalho, mal que parece ter-se tornado num problema de saúde e económico.

Esta sistemática de aterrorizar durante meses pessoas com o objectivo de exclui-las do trabalho faz com que estas sofram frequentemente de consequências a longo prazo, devendo algumas inclusive ser tratadas clínica e psicologicamente. Muitas são incapazes de trabalhar, outras deixam o estabelecimento onde se sentem intimidadas. Mas ambas as soluções estão associadas a custos elevados e perda de produtividade.

Mas nem tudo a que o afectado chama assédio moral o é realmente. "Em muitos casos, são simples problemas de trabalho, que podem ser resolvidos a nível sindical", explica o representante do LCGB.

Segundo Spier, a crise agravou ainda mais o fenómeno. Estatisticamente, o assédio moral no sector financeiro terá fortemente aumentado desde o começo da crise, em 2008. O comércio e os sectores da saúde são igualmente afectados pelo fenómeno. As pequenas e médias empresas são as mais atingidas, "porque os recursos disponíveis para resolver conflitos são menores do que em grandes empresas, onde os funcionários podem ser mais facilmente transferidos", explica Spier. "Nas pequenas empresas, os funcionários são obrigados a conviver", acrescenta.

As associações empresariais reconhecem igualmente que o assédio moral é prejudicial para as empresas e lutam cada vez mais contra o fenómeno, "porque a produtividade sofre, e porque não pode ser tolerado".

Sindicatos europeus e organizações patronais assinaram em 2007 uma convenção com o objectivo de combater o assédio moral e a violência no trabalho. Em 2009, os parceiros sociais luxemburgueses assinaram um acordo que implementa a convenção na legislação nacional. "Se este acordo não chegar, deve ser corrigido pela lei", diz Spier, "porque o acordo não obriga as empresas a recorrer a um inquérito por uma pessoa exterior no caso de suspeitas".

Numa questão parlamentar dirigida ao Ministro da Saúde, o deputado Marc Spautz (CSV) pergunta quando essa lei destinada a punir o assédio moral será criada. Ao que Mars Di Bartolomeo respondeu que ainda era muito cedo para avaliar a convenção de 2009. "Penso que devemos considerar um período de aplicação de um ano antes de julgar a efectividade de um instrumento de regulamentação", disse o ministro. Sendo assim, somente em 2011 será tomada uma decisão quanto à promulgação ou não de uma lei nesta matéria. Carlos de Jesus

Ministros das Finanças da UE debatem hoje revisão do Pacto de Estabilidade

Os ministros das Finanças da União Europeia reúnem-se hoje em Bruxelas para iniciar o debate sobre a revisão do Pacto de Estabilidade e Crescimento europeu, de forma a evitar no futuro crises orçamentais como a atual.

O tema é delicado. Todos os Estados-membros estão de acordo sobre a necessidade de se reforçar o Pacto de Estabilidade e Crescimento desenhado para limitar os défices orçamentais mas cujo funcionamento foi posto em causa pela crise financeira e económica.

De acordo com o PEC atual, os Estados-membros da UE não deveriam ultrapassar uma situação de desequilíbrio das contas públicas superior a 3,0 por cento do PIB.

A crise económica e financeira obrigou a que se abrisse uma exceção permitindo um aumento dos défices de forma a contrariar os efeitos da recessão provocada pela crise nos mercados financeiros.

Mas o aumento dos défices provocou por sua vez uma crise no Euro, com os mercados financeiros a desconfiarem da capacidade de muitos países em pagar a respetiva dívida pública contraída para financiar o desequilíbrio orçamental.

A Comissão Europeia avançou a semana passada com algumas propostas de revisão do PEC.

Bruxelas quer passar a ter poderes acrescidos de supervisão na elaboração dos orçamentos nacionais dos Estados-membros dos 27.

A Comissão Europeia quer "alinhar" os orçamentos nacionais e a planificação política através do estabelecimento de um "Semestre Europeu" para a coordenação política.

Bruxelas passaria a dar um parecer sobre as grandes linhas do Orçamento antes de o documento ser apresentado nos respetivos parlamentos nacionais.

A proposta arrisca-se a não agradar a vários países que receiam um aumento da transferência de poderes para as instituições comunitárias com uma perda da soberania nacional.

Da Alemanha também se esperam propostas muito controversas.

Berlim quer reforçar a disciplina orçamental e impor regras estritas de forma a evitar no futuro ataques à moeda única europeia.

A "task force" para reforçar o Pacto de Estabilidade e Crescimento presidida pelo Presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, irá elaborar um relatório com propostas nesta área a ser apresentado ao chefes de Estado e de Governo dos 27 na reunião que estes realizam a 28 e 29 de outubro próximo em Bruxelas.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Luxemburgo: Jeunesse a 90 minutos do título


A vitória da Jeunesse d'Esch, em Pétange, abriu-lhe definitivamente as portas do título. Com um ponto de avanço sobre o Dudelange, os "alvinegros" deverão festejar a vitória no campeonato perante os seus apaniguados, amanhã (19h30), frente ao Rumelange, e quebrar assim um jejum de cinco épocas.
A última jornada da Liga BGL disputa-se amanhã com os seguintes jogos, todos às 19h30: Jeunesse - Rumelange; Dudelange - Fola; Etzella - Mondercange; Differdange - RFCUL; Niederkorn - Mondercange; Etzella - Grevenmacher e Hesperange - Käerjéng.


Luxemburgo: Sector das novas tecnologias é o que mais contrata

Apesar da crise, as empresas continuam a recrutar. Menos que em tempo de negócios florescentes, é certo, mas ainda assim o recrutamento não parou. É o caso no sector das novas tecnologias da informação e da comunicação (TIC). O sector não passa incólume pela crise económica, mas o recrutamento não estagnou. Segundo um inquérito da Fedil (Federação Industrial), da ABBL (Associação dos Bancos e Banqueiros do Luxemburgo) e da CLC (Confederação Luxemburguesa do Comércio), nos próximos dois anos vão ser criados 188 novos postos de trabalho só neste sector.

A criação de postos de trabalho (59 %) está em clara regressão relativamente às previsões dos dois inquéritos anteriores (63 % em 2005 e 67 % em 2007). Contudo, nas contratações de trabalho projectadas, a criação de postos continua superior às substituições, o que, segundo a Fedil, "reflecte um certo optimismo por parte dos directores das empresas". Ainda segundo a Fedil, a economia luxemburguesa continua a ser criadora de emprego altamente qualificado. As vagas ligadas à programação, à gestão de projectos ou à actividade comercial estão nos lugares da frente. Programador continua a ser a profissão mais procurada, seguido de chefe de projecto e administrador de sistema.

Engenheiros
e programadores sÃo os mais procurados
"Temos bastante mais pedidos no sector IT e industrial do que no ano passado", confirma Julie Noirhomme, directora da Ajilon Luxembourg. "As empresas procuram os mesmos tipos de perfil que anteriormente, a saber engenheiros, IT, 'help desk', programador, etc."

Em contrapartida, a empresa verifica um abaixamento dos salários. "As propostas são de salários muito menos atractivos do que há três ou quatro anos", revela Julie Noirhomme.

Pelo contrário, o recrutamento no sector financeiro continua difícil. "O sector financeiro quando recruta fá-lo para perfis muito especializados, seja em posição hierárquica, seja em termos de competências", diz a responsável.

Outra tendência observada pelos profissionais do recrutamento diz respeito à gestão dos recursos humanos. "A problemática de gerir a mobilidade interna, de fazer transições de carreira, e não se enganar aquando de um recrutamento, de segurar os talentos, todas estas questões são, hoje em dia, primordiais para os clientes", explica Julie Noirhomme.

"Até 2008 vivemos uma fase de recrutamento intensivo. Actualmente, encontramo-nos numa fase que pode parecer difícil mas que representa uma real oportunidade, no sentido em que as empresas estão hoje conscientes da necessidade de olhar para o seu capital humano de maneira diferente", afirma. Outra grande diferença em relação ao período anterior à crise é que as empresas são bastante mais lentas a tomar decisões. Não é de admirar que uma empresa demore três ou quatro meses para tomar uma decisão. "As exigências dos empresários mudaram. Antes, analisavam-se uns cinco ou seis currículos; agora examinam-se muitos mais", explica Julie Noirhomme.

Aumenta a procura
de mÃo-de-obra pontual
A nível intermediário, regista-se um crescimento no sector da indústria. "Ao contrário do ano passado, sente-se uma certa dinâmica", diz, por seu lado, Fabrice Ponce, da Adecco Luxembourg. Mais uma vez, a procura orienta-se mais para os profissionais qualificados.

O sector Horeca continua a portar-se bem. Mesmo no seio da actividade bancária, mantém-se uma certa actividade, sendo os perfis mais procurados os de contabilista e vendedor.

O sector de trabalho temporário, que foi bastante afectado em 2009, está agora a retomar a sua actividade, sobretudo a que tinha originalmente, ou seja, fornecer mão-de-obra pontualmente. "Actualmente, 80 a 90 % dos pedidos são para trabalhos curtos, de dois dias a duas semanas", afirma.

Finalmente, segundo os responsáveis da Administração do Emprego (ADEM), as ofertas de trabalho aumentaram claramente nos últimos três meses. "Uma retoma diz respeito a todos os sectores da economia luxemburguesa", dizem. Em Março último, mais de duas mil ofertas de emprego foram declaradas na ADEM, contra apenas 1.330 em Março de 2009. F. Pinto

Luxemburgo: "Semana pela Vida" promove direitos das crianças, até domingo

A "Semana pela Vida" arrancou sábado, dia 15, e prolonga-se até domingo, 23 de Maio. O evento é organizado pela arquidiocese do Luxemburgo e este ano tem como tema as crianças e os seus direitos.

Marianne Hubert, uma das organizadoras da iniciativa, explica que a escolha deste tema prende-se com a necessidade de reflexão sobre o bem-estar das crianças na sociedade.

Ao mesmo tempo, a temática insere-se nas comemorações do 20o aniversário da entrada em vigor da Convenção Internacional dos Direitos da Criança, que data de 1990. Composta por 54 artigos, a vonvenção visa apoiar e defender os direitos de dois mil milhões de crianças de todo o mundo. Muitas destas crianças confrontam-se diariamente com problemas de pobreza, de tirania e de tradições e atitudes culturais. Segundo Marianne Hubert, esta semana para além de relembrar e vincar os direitos das crianças leva o público a reflectir sobre a origem da vida e do nascimento.

No âmbito desta iniciativa, tem lugar hoje, quarta-feira, pelas 19h30, a conferência "Uma criança nasce", na congregação das Freiras Franciscanas, na cidade do Luxemburgo. A conferencista convidada é a teóloga Ina Praetorius, que vai discursar e reflectir sobre o tema do nascimento.

A agenda dos direitos da criança está longe de ser totalmente cumprida e milhões continuam sem protecção e sem serviços essenciais, recorda Marianne Hubert. Para denunciar esta dura realidade, curtas metragens serão projectadas para dar uma imagem do dia-a-dia de crianças que vivem em países em vias de desenvolvimento. A projecção será seguida de um debate e terá lugar esta quinta-feira, dia 20, no anexo da Caritas, na capital (29, rue Michel Welter).

Uma exposição de fotografias marca esta semana dedicada às crianças. Seis fotógrafos luxemburgueses retratam em imagem os 42 artigos da Convenção das Nações Unidas sobre os direitos das crianças. Os visitantes vão poder apreciar 42 fotografias a preto e branco que traduzem de forma poética, lúdica e divertida os princípios filosóficos, morais e legais desta convenção ratificada por 195 estados-membros da ONU. A exposição está patente ao público no Liceu de Mersch, até domingo.

Para Marianne Hubert, sensibilizar as pessoas para a necessidade de proteger a vida em todas as suas fases e despertar a atenção pública para o valor e a dignidade humana são os objectivos principais desta segunda edição da "Semana Pela Vida". Aneli Silva

Luxemburgo: Sandrine Monteiro expõe os tabus da sociedade, até sexta-feira, na Kulturfabrik

Para um artista, todas as exposições são um desafio. Mas a primeira mostra representa um desafio ainda maior, porque é o primeiro passo numa experiência delicada: fazer descobrir ao público as suas ideias e pensamentos na esperança que este adira e compreenda. Dois jovens, que nada destinava a trabalhar juntos, Grégory Beauséjour e Sandrine Monteiro deram o passo e expõem actualmente fotografias na Kulturfabrik, em Esch/Alzette.

As fotos, em grande formato, pretendem quebrar o silêncio sobre temas tabu na nossa sociedade como o casamento forçado, a circuncisão feminina, a droga, a depressão, a anorexia, o fundamentalismo ou a prostituição. O mínimo que se pode dizer é que as fotografias são bastante cruas, interpelam o espectador e permitem abrir a discussão sobre os temas abordados. E era exactamente esta a reacção com que contavam os artistas.

Sandrine Monteiro é luxemburguesa, filha de pais cabo-verdianos, que vieram da ilha de São Vicente para o Luxemburgo nos anos 80. Hoje, aos 26 anos tem um percurso escolar clássico e segue actualmente uma formação de decoradora no Liceu Técnico de Artes e Ofícios (Lycée Technique des Arts et Métiers). Sandrine conta que foi como cliente que primeiro abordou o seu parceiro artístico. A jovem confia que as ideias eram suas, mas não sabiacomo realizá-las. Grégory deu-lhe indicações técnicas, explicou como transformar a ideia em fotos e o projecto foi tomando forma.

Grégory tem 30 anos, é oriundo de Metz (França) e vive no Luxemburgo há oito anos. Depois dos estudos em arquitectura, não encontrou trabalho na sua arte e começou como técnico num fotógrafo. Deste trabalho nasceu a sua paixão pela fotografia.

As fotos dos dois artistas podem ser vistas até 21 de Maio na Kulturfabrik. A exposição está aberta diariamente (excepto às segundas), das 15h às 19h.

texto e foto: Carlos de Jesus

Luxemburgo: Autocarros entre o Glacis e as Rives de Clausen podem acabar

Os autocarros nocturnos que ligam o Glacis às Rives de Clausen, na cidade do Luxemburgo, podem vir a acabar a 1 de Junho.

Foi o que deixeu entender esta semana o burgomestre da capital, Paul Helminger. Por seu lado,
tanto Serge Libens, director da M. Immobilier, que gere a antiga zona industrial, como os comerciantes daquela zona de bares, negam que tal possa vir a acontecer.

"Ainda estamos em negociações com a autarquia e nada foi ainda decidido", afirma Libens.

Até agora e desde a abertura das Rives de Clausen, o serviço gratuito de autocarros nocturnos que liga o Glacis àquela zona tem sido inteiramente financiado pelos comerciantes dos bares e restaurantes que ali possuem um estabelecimento. Mas estes dizem que o serviço tem sido um investimento demasiado pesado para o seu orçamento - cerca de 180 mil euros anuais a repartir por uma dezena de patrões de bares e restaurantes - e que, caso a autarquia não participe mais no serviço, podem vir a ter de abdicar deste.

A autarquia respondeu através do anúncio feito quarta-feira pelo burgomestre.

De momento, o City Night Bus, serviço da autarquia que também liga Clausen ao centro da capital, passa de 15 em 15 minutos. Cada mini-bus tem capacidade para 70 pessoas. Os autocarros afretados pelas Rives são três, passam de cinco em cinco minutos e podem transportar 80 pessoas ao todo.

Investimento brasileiro vai apoiar economia portuguesa

O Presidente do Brasil, Luíz Inácio Lula da Silva, garantiu ontem em Lisboa, durante a X Cimeira Luso-brasileira, a participação do seu país no apoio à economia portuguesa, através do investimento de empresas brasileiras em Portugal.

"Eu estou feliz porque finalmente o Brasil e Portugal juntam-se numa coisa extraordinária e o potencial do Brasil pode ajudar a alavancar a economia portuguesa", disse Lula da Silva, na declaração conjunta com o primeiro ministro, José Sócrates, após a X Cimeira Luso-brasileira.

Lula da Silva destacou o facto de mais de 600 empresas terem investido num passado recente 20 mil milhões de euros no Brasil, afirmando que chegou a hora de os empresários brasileiros investirem em Portugal.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

BMW inicia-se nos carros híbridos através dos topos de gama

A BMW iniciou recentemente o lançamento em Portugal a sua gama de automóveis híbridos, começando pelo luxuoso X6 ActiveHybrid, o carro elétrico e a gasolina mais potente do mundo.

A BMW já tinha mostrado as suas versões híbridas dos seus modelos topo de gama, o X6 e o série 7, no salão de Frankfurt em setembro, seguindo assim uma tendência iniciada pelas marcas 'premium', chegando agora ao mercado português.

Desenhado para o mercado norte-americano, o X6, híbrido ou não, tem também conquistado alguns adeptos na Europa e em Portugal, uma tendência de que, segundo os responsáveis da BMW, não estariam à espera.

O SUV (Sport Utilitary Vehicle) da marca alemã representou o ano passado, segundo dados da Associação do Comércio Automóvel (ACAP), cerca de 3 por cento das vendas totais da BMW. Ou seja, das 7.558 unidades vendidas em 2009, a BMW vendeu 224 modelos X6.

Tendo em conta que cada carro varia entre os 83.500 e os 142.300 euros, a performance da BMW é invejável, até porque surgiu numa altura em que houve uma queda generalizada de venda de carros e da própria BMW. A marca alemã, segundo a ACAP, teve uma queda de 24,6 por cento nas vendas relativamente a 2008.

No total, desde que o potente modelo da BMW foi lançado em abril de 2008, a empresa alemã já vendeu 449 carros X6 para o mercado português, dos quais consta um ActiveHybrid.

A BMW diz que o X6 ActiveHybrid é o carro híbrido mais potente do mercado, com 480 cavalos vindos de um motor V8 de 4,4 litros a gasolina.

Entre janeiro e abril, a BMW já vendeu 70 carros X6 e, em termos globais, segundo a ACAP, a marca alemã está a crescer 35,1 por cento nas vendas quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Poder-se-á pensar que, perante esta situação, o X6, apesar de híbrido, seja um gastador e bastante poluente. A BMW diz que não. A marca alemã anuncia um consumo combinado de 9,9 litros aos 100 kms e emissões de C02 de 231 gramas/km, o que para o tipo de carro é bastante aceitável.

A empresa alemã promete mesmo um ganho de 20 por cento relativamente a um automóvel convencional com o mesmo nível de potência. E quando funciona a eletricidade, o X6 ActiveHybride pode percorrer 2,5 km a uma velocidade de 60 km/h desde que o percurso seja plano.

Destaques da edição de 19 de Maio de 2010 do jornal CONTACTO


Na edição desta semana, o jornal CONTACTO destaca na primeira página a promulgação, por Cavaco Silva, do diploma que legaliza o casamento homosexual no Código Civil português.

A vitória da Jeunesse d’Esch em Pétage, por 3-0, é outro dos temas tratados na capa do nosso jornal. Com este triunfo, os «alvinegros» ficam a uma vitória do título quando receberem no seu estádio o Rumelange na última jornada da liga BGL e podem pôr termo a um jejum que já dura há cinco épocas.

A visita do Papa a Portugal é o tema em foco desta edição, e foi acompanhada por um enviado especial. A pedofilia na Igreja, o aborto e o casamento indissolúvel marcaram etapas da viagem de Bento XVI, que foi marcada por uma calorosa recepção em solo português.

Nas páginas centrais assinalamos a 41a primeira peregrinação a Wiltz. No feriado da Ascensão, cerca de quinze mil de fiéis rumaram ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima no norte do país.

Conheça ainda, neste número, as doze finalistas a Miss Portugal no Luxemburgo 2011.

Estas e outras notícias no Jornal CONTACTO, o seu semanário em língua portuguesa no Luxemburgo.

Ainda não recebe o CONTACTO em casa?

Para receber o jornal gratuitamente (exclusivamente para residentes no Grão-Ducado), inscreva-se no site oficial do jornal em
www.contacto.lu ou pelo tel. 4993-9393 (Departamento de Assinaturas).

terça-feira, 18 de maio de 2010

Crise financeira: "Portugal teve sempre a capacidade de se financiar", afirma Vieira da Silva

Portugal "teve sempre a capacidade de se financiar", afirmou hoje o ministro da Economia, Vieira da Silva, em resposta a Fernando Ulrich, que afirmou esta manhã que Portugal "não se consegue financiar".

"Portugal teve sempre a capacidade de se financiar, e no nosso país nada de radicalmente diferente existe hoje face ao que existia há dois anos atrás", afirmou o ministro da Economia, à margem da conferência "Portugal em Exame", promovida pela revista Exame.

O governante respondia ao presidente executivo do BPI, que afirmou hoje, na mesma conferência que "o problema é que Portugal não se consegue financiar".

"A visão dele é a dele, a minha é a minha, também temos ângulos de observação diferentes, também temos responsabilidades diferentes", sublinhou o governante, demonstrando a sua confiança na recuperação da economia.

"Nós todos temos de compreender, talvez nem todos tenham compreendido, que alguma coisa de muito substancial mudou de há duas semanas para cá e o que mudou foi uma diferente vontade e uma diferente capacidade das instituições europeias", disse Vieira da Silva, em referência à decisão da União Europeia em ter "um papel mais ativo" nos destinos da economia da região.

Mundial2010: Brasil é favorito a ganhar e Portugal é forte candidato

O estudo da PricewaterhouseCoopers (PwC) sobre os fatores determinantes para o sucesso das equipas no Mundial de Futebol 2010 aponta o Brasil como o principal candidato à vitória, seguido pela Alemanha, Itália, Argentina, Portugal e Grécia.

Utilizando critérios econométricos sobre o desempenho dos países nos campeonatos do mundo de futebol, a PwC destaca que, seguindo as estatísticas, "o favorito tem de ser o Brasil, que é a única equipa que já ganhou fora da sua região e que lidera os 'rankings' quer do desempenho histórico nestes torneios, quer da tabela da FIFA".

A Alemanha, a Itália e a Argentina "também são fortes candidatos, com base nos seus desempenhos históricos nos campeonatos do mundo de futebol", ao passo que "Portugal e a Grécia podem também ser fortes candidatos desta vez, devido aos seus desempenhos nos anos recentes".

O estudo da PwC destacou que "a riqueza vem depois da localização e da tradição quando se projetam os potenciais vencedores do campeonato do mundo", que se realizará na África do Sul a partir de junho.

"As equipas africanas deverão beneficiar da vantagem de jogarem na sua região natal", realçam os especialistas da consultora, que sublinham também que "os países mais ricos não conseguem, geralmente, melhores desempenhos do que os seus opositores mais pobres no futebol".

Portugal faz parte do lote dos 20 países com melhor desempenho nas fases finais do campeonato do mundo de futebol, ocupando o 19.º posto, estando, nesta altura, posicionado no terceiro lugar do 'ranking' da FIFA, atrás do Brasil e da Espanha.

Portugal: Cavaco Silva promulga diploma que estende casamento civil aos homossexuais

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, anunciou segunda-feira à noite, numa declaração ao país que durou seis minutos, que promulgou o diploma que estende aos homossexuais o acesso ao casamento civil.

O Código Civil português passa agora a definir o casamento como "o contrato celebrado entre duas pessoas que pretendem constituir família mediante uma plena comunhão de vida".

Este diploma teve origem numa proposta do Governo e foi aprovado pelo Parlamento em votação final global no dia 11 de Fevereiro com os votos favoráveis do PS, BE, PCP e PEV e contra do CDS-PP.

O Presidente da República considerou que vetar o diploma que permite o casamento civil entre homossexuais seria "arrastar inutilmente" o debate sobre este tema, desviando os políticos da resolução dos problemas graves dos portugueses.

Mais pormenores na edição desta quarta-feira do CONTACTO

Foto: Lusa

Zona Euro: Juncker satisfeito com medidas do Governo português para diminuir défice

O presidente do Eurogrupo e primeiro-ministro luxemburguês, Jean-Claude Juncker classificou as medidas adicionais tomadas por Portugal e Espanha para acelerar a diminuição dos seus défices orçamentais como "corajosas", estando os países membros da Zona Euro "satisfeitos" com elas.

"Pensamos que as medidas tomadas pelos governos espanhol e português são medidas corajosas, indicam uma trajectória de ajustamento que nos dão satisfação", disse Juncker, na conferência de imprensa que marcou o fim da reunião dos ministros das Finanças da Zona Euro, em Bruxelas, na terça-feira de madrugada, já perto da uma da manhã.

As medidas anunciadas pelos governos português e espanhol serão agora "examinadas em detalhe" pela Comissão Europeia, antes de os ministros das Finanças da Zona Euro voltarem a dar o seu "julgamento final" sobre as mesmas, na reunião de 7 de Junho próximo, no Luxemburgo.

Por seu lado, o comissário europeu responsável pelos Assuntos Económicos explicou que os países membros da Zona Euro não devem acelerar todos ao mesmo tempo a sua consolidação orçamental para evitar o risco de uma recessão.

A aceleração da diminuição dos défices dos países europeus é vista como uma forma para acalmar os mercados financeiros que receiam problemas no pagamento da dívida pública por parte de vários países.

Os ministros das Finanças de Portugal e Espanha apresentaram na segunda-feira aos seus homólogos da Zona Euro, reunidos em Bruxelas, as medidas decididas para acelerar a redução dos respectivos défices orçamentais.

Entre as medidas, negociadas com o PSD, estão o aumento das três taxas do IVA em 1 ponto percentual, a criação de uma taxa extraordinária sobre as empresas com um lucro tributável acima de dois milhões de euros de 2,5 por cento e a redução de 5 por cento nos salários dos políticos, gestores públicos e membros das entidades reguladoras.

O esforço adicional de Portugal e Espanha é considerado importante para acompanhar o pacote de medidas europeias decidido no início da semana passada para acalmar os mercados financeiros, nomeadamente a criação de um fundo de estabilização de 750 mil milhões de euros.

Os ministros das Finanças voltarão discutir a questão terça feira numa reunião alargada aos titulares das Finanças da União Europeia (27 países).