sexta-feira, 16 de Abril de 2010

Ryanair cancela voos de Portugal para Frankfurt-Hahn



O voo desta manhã da Rayanair de Faro com destino a Frankfurt-Hahn foi cancelado devido à nuvem de cinzas vulcânicas emitidas pelo vulcão em erupção na Islândia.
Os passageiros foram informados no Aeroporto de Faro que a companhia low-cost não iria levantar voo.
"Ainda nao sabemos quando é que poderemos viajar. Esta manhã mandaram-nos para um balcão de informações, mas a confusão é tanta que estamos na fila há mais de duas horas e ainda nao fomos atendidos", afirmou ao CONTACTO Frederico Correia, um português residente no Luxemburgo.
Frederico e a mulher preparavam-se para regressar ao Luxemburgo e agora ainda não sabem quando poderão fazê-lo. "O problema é o trabalho na segunda-feira.Espero poder chegar a tempo de poder trabalhar normalmente. Agora vamos aproveitar mais um fim-de-semana e depois logo vemos. A verdade é que já há pessoas à espera de voo desde ontem e não sei quando é que chegará a nossa vez", desabafa Frederico.
Apesar dos transtornos, o ambiente no aeroporto é bastante tranquilo. "As pessoas percebm que é por uma questão de segurança que não podem voar e por isso não há outro remédio senão esperar", diz Frederico Correia ao CONTACTO.
O aeroporto de Faro é o aeroporto português mais afectado pela nuvem de fumo produzida pelo vulcão na Islândia.
Ontem cerca de sete mil passageiros ficaram retidos em Faro.
Para hoje, já foram cancelados pelo menos 84 voos nos aeroportos portugueses, depois de na quinta-feira terem sido anulados 163 voos. Portugal não deverá ser afectado de forma directa pela nuvem de cinzas vulcânicas proveniente da Islândia, mas o tráfego aéreo para os países atingidos continua a ser desaconselhado.

13 aeroportos alemães encerrados


Treze aeroportos alemães estavam encerrados hoje devido à nuvem vulcânica proveniente da Islândia, e nas próximas horas poderão fechar também os aeroportos de Munique, Nuremberga e Estugarda, no sul do país.

De acordo com um porta-voz da Agência de Segurança Aeronáutica alemã (DFS), desde quinta-feira à noite já tinha fechado o espaço aéreo sobre os dois aeroportos de Berlim, e sobre os aeroportos de Bremen, Colónia-Bona, Dresden, Dusseldorf, Erfurt, Hamburgo, Hannover, Frankfurt, Colónia-Bona, Osnnabrueck e Rostock.

Nos referidos aeroportos foi decretada a "Regulação Zero", o que significa que foram canceladas todas as partidas e chegadas, mas os aeroportos continuam abertos ao público, informou a DFS.

Sem comentários:

Enviar um comentário